simplesmente poliana - capítulo 49
uma história de fé, amor e esperança

Bem-vindo ao Simplesmente Poliana. Você vai conhecer uma menina que em apenas 9 anos de vida semeou alegrias e deixou muita história pra contar. ;-)

pedacinhos

“Um homem não molha os pés duas vezes no mesmo rio, pois nunca é o mesmo homem, e nunca é o mesmo rio.” Heráclito

Nossa casa tem duas entradas. Uma delas fica numa rua sem saída, utilizada apenas pelos próprios moradores e eventuais visitantes. No dia em que completei 41 anos (29 de julho de 2010), a Poli e eu fomos ao supermercado, e na volta corremos de mãos dadas num trecho deserto desta rua.

Enquanto desfrutava a alegria do momento, propus um trato: que iríamos correr do mesmo modo quando eu completasse 50 anos.

Nossa pequena concordou, satisfeita, sem imaginar que nessa época ela já seria uma moça de dezoito anos. Meu plano era cumprir o combinado, e recordar a data como um bom motivo para refletirmos juntos sobre as mudanças vivenciadas no período...

Hoje em dia, ao sair para trabalhar bem cedinho, passo por aquele mesmo trecho da rua, e a imagino saltitando, naquele vestidinho branco com rosas azuis, os cabelos esvoaçando, ora para a direita, ora para a esquerda... E me permito ficar feliz.

Não sei se no meu qüinquagésimo, sextagésimo ou nonagésimo aniversário, mas algum dia estaremos juntos, e correremos de mãos dadas outra vez...

E então, será para nunca mais nos separarmos!


Diário de Poliana, 03 de Junho de 2008.

Hoje foi muito legal porque está em Junho e o meu aniversário é em Junho ele é em 05/06/08 mas a minha tia vai vir aqui no dia e nó vamos comemorar o meu aniversário no dia 6.

Fim.


Está gostando da história? Compartilhe com um amigo, e deixe seus comentários: