simplesmente poliana - capítulo 32
uma história de fé, amor e esperança

Bem-vindo ao Simplesmente Poliana. Você vai conhecer uma menina que em apenas 9 anos de vida semeou alegrias e deixou muita história pra contar. ;-)

escolhas

Na mesma noite da internação (quinta-feira, 28 de outubro de 2010), passamos a madrugada em claro ajudando a Poliana a enfrentar seu crescente desafio.

Logo após a meia noite, ela vomitou pela primeira vez. Minutos mais tarde, vomitou de novo. Daí pra frente – até o amanhecer – ela teve ânsia inúmeras vezes. Como não havia nada em seu estômago, não entendíamos o porquê...

Mesmo assim, a cada vez que ela vomitava, nós a incentivávamos, acreditando que a situação estivesse melhorando, pois seu estômago estava ficando limpo. Quando a enfermeira entrou no quarto, procuramos animar a Poli, anunciando seu êxito: “Ela conseguiu, ela conseguiu!”

Ao recordar a experiência, me lembro do filme ‘A Vida é Bela’, no qual um pai procura consolar o filho num campo de concentração, envolvendo-o num jogo de faz-de-conta para que ele não perceba as dificuldades da vida real.

Nosso caso era um pouco diferente. Ao mesmo tempo em que procurávamos animar a Poli diante dos desafios, também acreditávamos todo o tempo em sua recuperação.

Ora nossa atitude se parecia com a do pai retratado no filme, ora agíamos e sentíamos como o garoto, participando de um grande jogo.

Quão grande foi nossa surpresa ao perceber que – durante toda aquela madrugada sem fim – a situação continuava se agravando...

E de uma forma que nos escapava cada vez mais ao controle.

Está gostando da história? Compartilhe com um amigo, e deixe seus comentários: