simplesmente poliana - capítulo 29
uma história de fé, amor e esperança

Bem-vindo ao Simplesmente Poliana. Você vai conhecer uma menina que em apenas 9 anos de vida semeou alegrias e deixou muita história pra contar. ;-)

um anjo em nossa casa

Enquanto íamos de hospital em hospital, precisávamos de alguém que cuidasse de nossa filha de quatorze anos, e dos dois rapazes de onze e doze.

Contamos nesse período crítico com a ajuda de nossa amiga Alice. (Ou Super-Alice, como nossos filhos a apelidaram). Ela foi a ‘mãe’ da casa durante todo aquele período crítico.

Aos poucos ela foi conquistando total autonomia para agir nos assuntos da casa.

Quando alguém nos telefonava perguntando se poderiam levar as crianças pra passear no fim-de-semana, dizíamos que elas estavam aos cuidados da Alice, e o que ela decidisse seria a decisão que apoiaríamos.

Ela os levou à igreja, ao posto de saúde, acompanhou-os em suas tarefas escolares, levou-os para tirar foto e fez a renovação de matrícula no prazo correto.

Organizou a documentação que lhe pedimos, e chorou diversas vezes conosco ao telefone. Embora expressasse sua tristeza em particular, na frente das crianças ela procurava demostrar ser ‘forte’, para ajudá-los a suportar nossa ausência e enfrentar as incertezas...

Ou seja, ela fez tudo o que pode para consolar, confortar e amparar a cada um de nós naqueles momentos que mais precisamos dela...

Por isso, lhe seremos eternamente gratos


VOCÊ SABIA?

O Brasil mantém o maior programa público de transplantes do mundo.

Como as chances de se encontrar um doador compatível fora da família podem ser de uma em um milhão, sua participação é fundamental.

Informe-se no site do Sistema Nacional de Transplantes:

saude.gov.br/transplantes

Está gostando da história? Compartilhe com um amigo, e deixe seus comentários: