Mil Maneiras de Servir

by Charlles Nunes
(Angra dos Reis, RJ, Brasil)

Arthur e Poliana: almoço para os pais

Arthur e Poliana: almoço para os pais

Arthur e Poliana: almoço para os pais Presente de 15 anos de casamento

Uma das coisas que a Poliana mais gostava de fazer durante nossos passeios era nos presentear com pequenas flores coloridas, colhidas à beira do caminho.

Após dar-lhe um beijo e um abraço, eu guardava no bolso aqueles pequenos tesouros. A lembrança daqueles pequenos gestos continua mais viva do que nunca.

Ano após ano a líder de torcida mirim liderava a patota na organização das festas de aniversário – sempre vinham com inovações. Compravam balas, presentes, balões, pediam a mãe que confeitasse o bolo e ‘botavam pra quebrar’.

Em nosso aniversário de 15 anos de casamento, o Arthur fez com ela uma parceria e juntos prepararam um almoço surpresa.

Deixaram-nos trancados no quarto até quase meio-dia, quando terminaram os preparativos. Ao chegarmos à cozinha, comemoramos juntos e partilhamos a alegria dos dois em preparar um almoço com tanto carinho.

Ao refletir sobre esses momentos tão felizes, percebo que quando dois dos nossos filhos se reuniam para servir, a Poli sempre estava lá.

Festejar. Um verbo que nossos filhos e amigos nos ensinam a conjugar a cada dia.

Diário de Poliana, 01.04.2008:

"Hoje eu fui na escola e foi muito legal mas minha mãe foi me buscar porque meu irmão estava doente com febre. Nós pensamos que era dengue. Ele chorou muito. Ele pensou que ele ia morrer. Eu pensei também que ele ia morrer. Depois nós tomamos sorvete."


AnteriorÍndiceSeguinte

Click here to post comments

Join in and write your own page! It's easy to do. How? Simply click here to return to Simplesmente Poliana.